S.O.S! Zac Efron e The Rock ao mar

[Baywatch – Baywatch, 2017]

Ainda na linha dos repaginados em 2017, Baywatch é baseado na série S.O.S Malibu, exibida entre 1989 e 2001 e que foi fenômeno pop e cultural nas TVs americanas. Lançado 16 anos após o término da série, o filme chega aos cinemas, com o objetivo de entreter e manter o sucesso da mesma, com um novo toque de humor e novas cenas em câmera lenta das salva-vidas correndo na praia.

Dwayne Johnson interpreta Mitch Buchannon, um salva-vidas dedicado que ama sua profissão e que deixa todos de sua praia orgulhosos de seu trabalho. Mitch, juntamente com sua equipe que conta com mais duas salva-vidas: C.J (Kelly Rohrbach) e seu braço direito Stephanie (Ilfinesh Hadera), estão realizando a seleção para novos recrutas quando são surpreendidos pela notícia que terão de aceitar em sua equipe, sem realizar a etapa de seleção, o nadador e medalhista olímpico Matt Brody (Zac Efron) como parte da condicional do rapaz. Concluída a seleção dos novos recrutas, Summer (Alexandria Daddario) e Ronnie (Jon Bass), que não possui o porte atlético para a vaga mas que é esforçado o suficiente e possui talentos que serão desenvolvidos ao longo da produção, são escolhidos para fazer parte da equipe. O time acaba descobrindo uma conspiração criminosa na praia que pode colocar em risco a todos da baía.

Em meio a cenas de ação, nota-se no filme a disputa de egos entre os personagens de Efron e The Rock e ela vem seguida da comédia e das referências que remetem ao personagem de Efron, além de várias piadas relacionadas ao órgão reprodutor masculino, que fica muito engraçado quando o filme é dublado já que o Brasil é rico nestes sinônimos.

A vilã deste filme, interpretada por Priyanka Chopra, tenta nos remeter as vilãs de 007, mas sem muito sucesso. Sua interpretação deixa a desejar desde sua primeira aparição no longa.

Seth Gordon é responsável pela direção e trás uma produção recheada de risadas, que não devem ser levadas a sério. Vemos uma interação entre Zac e Dwayne muito consolidada, principalmente no tom de sarcasmo usado pelos personagens ao longo do filme.

Um personagem que rouba a cena e que possui participação fundamental para o desfecho da trama é o de Jon Bass, pois é o típico cara da informática, que não tem nada de atlético, mas acaba ficando com a gostosona salva-vidas C.J.

Essa adaptação da série S.O.S Malibu é bem nostálgica e conta com a participação de dois atores da original, David Hasselhoff e Pamela Anderson, em uma cena de dar sono, no bom sentido, fazendo a referência às corridas e movimentos em slow motion.

Se eu fosse você corria para o cinema, pois no mínimo você vai morrer de rir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *