Gingado e voz que são a cara do Brasil

[Turnê Fiu Fiu – Paula Lima, 2017]

Se o batom é forte. Se eu tenho porte. Se eu tenho dote. Se eu uso short. Se comporte, isso não é com você.
Mas se chegar com jeito, falando direito, mantendo o respeito, sobe no conceito… (Tá perfeito)… A gente pode se entender.
Fiu-fiu, isso não vai me ganhar. Sorriu, pode até me conquistar. (Fiu Fiu, 2016)

Do soul e do funk, do samba e da MPB, do papo reto e também do cabelão cheio de identidade. Se você não conhece a paulista Paula Lima, precisa se atualizar porque a cantora é a cara do Brasil.

Extrovertida, cheia de suingue, afinada, simpática e muito confiante. Esses são só alguns traços de sua personalidade que pude conferir em seu show, parte da turnê Fiu Fiu (que teve início em 2015), apresentado em uma ação de Dia das Mães realizada pelo Polo Shopping Indaiatuba (SP) no último dia 12. De maneira mais intimista e para um público menor, Paula Lima esbanjou energia e entoou sucessos conhecidos como País Tropical (Jorge Bem Jor), Primavera (Tim Maia) e Deixa Isso Pra Lá (Jair Rodrigues) e também composições próprias, que são as responsáveis por seu destaque no cenário musical.

Na apresentação também sobrou espaço para enfatizar o empoderamento feminino e o respeito pelas mulheres, tema principal de Fiu Fiu, canção que foi amplamente trabalhada pela artista em 2016. Houve também tempo para debater a igualdade entre as raças e a política, que tanto desagrada os brasileiros e para renovar a fé no nosso país, palavras da própria cantora.

O que mais toca o expectador no show da sambista é a interação com a plateia, que acontece o tempo todo. Paula Lima faz quem está assistindo dançar, levantar da cadeira e esquecer o mundo lá fora. É quase como estar em uma bolha de felicidade, mas que coloca todos os pingos nos is mandando o recado, que geralmente se refere as principais polêmicas da sociedade: preconceito, violência, corrupção e desigualdade, por exemplo.

'ISSO É PROBLEMA SÓ DELE'! Paula Lima é daquelas que chegam chegando e basta soltar a voz para arrepiar a alma. Não estamos dando conta de tantos espetáculos de grandes mulheres. 💖 Logo mais tem os comentários do show no nosso site.

Posted by Estante da Barrocas on Friday, May 12, 2017

Como se não bastasse toda a energia, a mensagem fica ainda mais poética e cheia de significado quando se ouvem os versos de Mil Estrelas, música composta por Ivo Mozart e Zeider Pires a pedido da cantora e produzida por Alexandre Kassin, que tem tudo para ser o hit de 2017, afinal é uma canção de amor para os apaixonados.

Dona de um sorriso contagiante, Paula Lima tem tudo para continuar fazendo sucesso dentro da MPB e mais ainda fora do país, onde sua carreira já é reconhecida desde 2001, quando fez shows pelo Japão e pela Europa. Mais ainda, ela é um símbolo de brasilidade e um ícone de luta pelas mulheres, deixando como legado não só sua boa música mas também seu posicionamento. Não exite se tiver oportunidade de vê-la em uma apresentação e deixe-se hipnotizar por seu balanço!

Eu vim com mil estrelas embrulhadas num papel.
Pra te provar que existe amor maior que o céu.
Quando estou com você, quando estou com você. (Mil Estrelas, 2016)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *